Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Novamente Geografando

Este blog recolhe e organiza informação relacionada com Geografia... e pode ajudar alunos que às vezes andam por aí "desesperados"!

Novamente Geografando

Este blog recolhe e organiza informação relacionada com Geografia... e pode ajudar alunos que às vezes andam por aí "desesperados"!

Desenvolvimento sustentável e resiliência

Mäyjo, 19.06.20

Desenvolvimento sustentável: desenvolvimento económico e humano que utiliza os recursos naturais, satisfazendo as necessidades da população atual, de modo a que as gerações futuras possam também suprir as suas.

desenvolvimento sustentável visa satisfazer as necessidades das gerações presentes sem colocar em causa a satisfação das necessidades das gerações futuras.

 

unknown-5.jpg

Assinala o conceito a que se refere a seguinte definição.

Capacidade que um sistema natural tem de restabelecer o seu equilíbrio, após este ter sido rompido por um distúrbio ou agressão.

  • Desenvolvimento humano
  • Crescimento económico
  • Catástrofe
  • Resiliência

 

Resiliência: capacidade que um sistema natural tem de restabelecer o seu equilíbrio, após este ter sido rompido por um distúrbio ou agressão.

Se não se respeitar a resiliência dos ecossistemas, o desenvolvimento sustentável não será alcançado.

 

Exercício

Mäyjo, 18.06.20

 a seguinte notícia

"Mais de mil estudantes manifestam-se no Porto em defesa do planeta

www.rtp.pt (24/05/2019)

Assinala uma medida que contribui para a defesa do planeta.

  • Reduzir o consumo.
  • Manter os padrões de consumo.
  • Aumentar o uso de tecnologias.
  • Manter os padrões de produção.

 

unknown-4.jpg

Para defender o planeta devemos alterar os padrões de produção e de consumo, por exemplo, utilizando tecnologias limpas, reduzir o consumo, reutilizar bens e reciclar materiais.

 

Protocolo de Quioto

Mäyjo, 16.06.20

unknown.jpg

 

Em 1997 foi delineado o Protocolo de Quioto que visava a redução de gases com efeito de estufa. Em 2001, o Protocolo foi aprovado em Haia, sem a ratificação dos EUA, do Canadá e da Austrália e em 2005 entrou em vigor, ratificado por 55 países, sem os Estados Unidos da América e a China.